19696538c2cc5cdf9168aaafe648b4665cdf369e0683db019epimgpsh_fullsize_distr

Defesa pessoal para mulheres e o exercício físico

por Carolina Pain

Oi pessoal! Tudo bom?

Outro dia participei de uma aula especial de Defesa Pessoal para Mulheres super interessante ministrada pelo Paulo Zulu. Como esperado, o local do treino, o Box 193, em Santo André, estava cheio por causa da aula – e também do professor, obviamente.

E não é que a aula surpreendeu, e muito? Durante uma hora e meia, aprendemos alguns golpes simples para nos defendermos de algumas situações que não deveriam, mas ainda acontecem com a gente, infelizmente. Conversamos muito, algumas alunas contaram sufocos que já passaram e trocamos muitas informações sobre ações que podem ou não ser úteis no nosso dia-a-dia. Enfim: uma troca imensa.

Suamos – muito – e mais da metade das alunas revelaram que agora pensam em praticar algum esporte de luta.

Os exercícios trabalham repetição e muito técnica. Fazendo com que o tempo de aula passe voando e as dores musculares só sejam percebidas entre um e dois dias depois. Vale experimentar, queimar algumas calorias e, de quebra, aprender a reagir com segurança.

Aqui vão alguns dados, tristes, mas reais.

– Brasil tem 1 denúncia de violência contra mulher a cada 7 minutos
– Homicídio de mulheres negras aumentou 54% em 10 anos
– 85% das mulheres brasileiras têm medo de sofrer violência sexual

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Caso você sobra algum tipo de abuso ou violência, ou até mesmo conheça alguém que passa por isso, não basta fazer aula de defesa pessoal. Não pense duas vezes e ligue para o número 180 e denuncie.

Mais informações: http://www.spm.gov.br/ligue-180

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!