terceira-idade

Você já ouviu falar de condomínio para idosos?

por Ivana Jatoba

Que a população brasileira está envelhecendo, todo mundo sabe. Mas, o que muitos ainda não atentaram foi para as mudanças que vem ocorrendo no estilo de vida dos idosos. Aquela imagem da “velhinha” sentada na cadeira de balanço fazendo crochê que permeava nossa infância é cada vez mais ultrapassada.

Vovô e vovó hoje em dia querem e estão envelhecendo com qualidade. São cada vez mais autônomos e ativos. E o que a construção sustentável tem a ver com isso? Tudo! Partindo da premissa de que um dos principais fundamentos da sustentabilidade é a inclusão social, as construtoras mais antenadas do país estão investindo tempo e dinheiro nos chamados “condomínios para idosos”.

O conceito é muito simples: são condomínios residenciais voltados para idosos que preferem morar sozinhos, mas não querem ir para um asilo e nem para um imóvel comum. Assim, projetistas começaram a conceber empreendimentos baseados nas necessidades básicas deste crescente público.

Nasceram, então, áreas comuns com pisos antiderrapantes sem brilho para não ofuscar a visão, bancos com cantos arredondados para evitar lesões em caso de quedas, piscinas com escada de alvenaria e corrimão, etc. Já nos apartamentos, houve o cuidado de incluir barras de apoio e banco para banho dentro do box dos banheiros, tomadas mais altas para que o idoso não precise se abaixar para usá-las, fechaduras invertidas para facilitar a entrada da chave, portas mais largas para circulação de cadeira de rodas e andadores, dentre outros.

E existem empreendimentos ainda mais incrementados, que oferecem também infraestrutura completa como academia, restaurantes, cinema, atividades de lazer em grupo e até serviços de saúde, onde o morador consegue acionar um botão de emergência para ter atendimento rápido para tais eventualidades.

Fica a dica para quem atua no mercado da construção de imóveis. A demanda promete crescimento e o conceito de sustentabilidade não se restringe apenas a materiais que não agridem o meio ambiente. É uma visão ampla do bem estar social. Quem não entender isso corre o risco de ficar obsoleto.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!