Ujatoba_chef1

Merenda com o Chef

por Universo Jatoba

Hoje o Universo Jatobá vem falar de um projeto que busca levar uma merenda mais saudável às escolas. A ação Merenda com o Chef funciona no bairro de Rio Vermelho, em Salvador, e, segundo o Chef. Ramon Simões, o responsável pelo programa, a ideia é implementar um plano de conscientização em relação ao consumo dentro dos aspectos ambientais nas escolas públicas, antes desses alunos chegarem ao mercado de trabalho e se tornarem consumidores efetivos.

O programa é uma vertente do projeto Bairro-Escola, que começou em 1997, em São Paulo, no bairro Vila Madalena. O conceito de Bairro-Escola foi desenvolvido com a ação de educadores, crianças e jovens nos mais diferentes lugares como bufês, ateliês de artesãos, estúdios e restaurantes. Mas, também, foi instaurado nos lugares mais convencionais como escolas de circo e teatro. “O conceito de Bairro-Escola é um inovador modelo de gestão de potencialidades educativas, que busca transformar toda a comunidade em extensão da escola, tecendo a rede que interliga o processo de ensino-aprendizado à vida cotidiana”, explica o chef. Com o apoio da ONG Cidade Escola Aprendiz, o bairro Vila Madalena é uma escola a céu aberto e se tornou referência no Brasil e no mundo, fazendo parte do Banco de Experiências da Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE) e da Comissão Econômica para a América Latina e Caribel (Cepal), que é ligada à ONU.

A Escola Estadual Alfredo Magalhães foi a primeira a fazer parte do programa e já tem três meses de experiência. São lanches diários para 400 crianças com a supervisão do chef, que propôs mudar o nome das “merendeiras”. Agora, elas são chamadas de “orientadoras alimentares”, o que as deixa mais motivadas com valorização da atividade.

Mas, o que elas aprendem? De acordo com Ramon, são noções de seletividade de insumos, harmonização de elementos, conscientização sobre temperatura e reações químicas, preservação do potencial nutricional dos alimentos, quantificação e minimização de impactos ambientais e agentes nocivos ao metabolismo, salubridade e integração socioambiental através de aulas práticas na cozinha.

E ele tem bagagem para isso. Além de gastrônomo, ele é ambientalista e tem um restaurante em Salvador, o Armazém do Reino, onde aplica a sua gastronomia autoral, chamada “Culinária Viva Gourmet”. Além da aplicação de técnicas próprias que preservam e potencializam as características nutricionais dos alimentos, há ainda uma horta cuidada e usada por ele na preparação dos pratos. E as crianças são convidadas a conhecer tudo isso de perto. Clique aqui e saiba mais.

Em Salvador, a ONG Cipó Comunicação Interativa e Instituto Inspirare colaboram com a coordenação de diversos segmentos do projeto, que tem uma equipe de 11 pessoas. “A educação deve acontecer por meio da gestão de parcerias, envolvendo escolas, famílias, poder público, empresas, organizações sociais, associações de bairros e indivíduos, capazes de administrar as potencialidades educativas da sociedade”, completa.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!