Ujatoba_pneu

Reciclagem de pneus

por Universo Jatoba

Você sabia que um pneu demora 600 anos para se decompor na natureza? É muito tempo e a cada dia temos mais veículos rodando pelas ruas do país. Infelizmente é comum vermos pneus jogados nas ruas, em lixões, rios e nos quintais das casas. Isso é um perigo, pois pode causar problemas ambientais e a água acumulada nesse pneu pode ser um local propício para a proliferação do mosquito transmissor da dengue.

Desde 1999, uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), exige que as indústrias de pneus do país façam a destinação correta dos pneus usados. Uma das formas de reaproveitar os pneus velhos é fazer a recapagem, que é a reposição da banda de rodagem desgastada pelo uso.

Segundo a Associação Brasileira de Reforma de Pneus (ABR), o Brasil é o segundo maior mercado mundial, perdendo apenas para os Estados Unidos. Atualmente dois terços dos pneus de carga são reformados. A reforma repõe mais de 7,6 bilhões de pneus da linha de caminhão e ônibus, o que gera uma economia de R$ 5,6 bilhões por ano para o setor de transportes.

O pneu que não pode mais ser recauchutado ou reformado é chamado de pneu inservível. Descartá-lo corretamente é um grande desafio que se enfrenta no Brasil. A Reciclanip é uma entidade que surgiu dessa necessidade de dar uma destinação adequada para os pneus usados. Ela foi criada em março de 2007 pelas empresas Bridgestone, Goodyear, Michelin e Pirelli. A partir de 2010, a Continental se juntou ao grupo.

Hoje a Reciclanip tem 743 pontos de coleta distribuídos pelo país. O programa é desenvolvido com parceria, principalmente das prefeituras, quem cedem um terreno e esse local é usado para recolher e armazenar pneus vindos de borracharias, revendedoras e até mesmo do cidadão comum.

Quando o posto de coleta acumula 2000 pneus de veículo de passeio ou 300 pneus de caminhão, a Reciclanip é comunicada para retirar o material por meio de transportadores conveniados. Você também pode levar aquele pneu que não usa mais para um ponto de coleta. Clique aqui e confira o endereço mais próximo.

Os pneus velhos podem dar origem a tapetes para automóveis, pisos para quadras poliesportivas, pisos industriais e solados de calçados. Além disso, podem ser reaproveitados como combustível alternativo para as indústrias de cimento e na fabricação de asfalto ecológico, que pode ser usado para recapear rodovias.

Leia também

Bolsas feitas com câmara de pneu

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!