Ujatoba_isopor

Reciclagem de isopor

por Universo Jatoba

O isopor tem inúmeras utilidades. Já chegou a pensar sobre isso? Serve para decorar, para proteger produtos durante o transporte, para manter sua cervejinha gelada…enfim, muita coisa.

E na hora de descartar, o que fazer? Quem quer saber mais sobre o assunto é o Geovane Santos.

Popularmente conhecido como Isopor®, o poliestireno expandido não utiliza o CFC, composto de carbono, flúor e cloro, na sua composição, o que consequentemente não contamina o solo, água e ar. O Isopor® é composto de 98% de ar e só 2% de matéria prima, o poliestireno. Ou seja, toda a ligação dos componentes é através de ar e não de gases que possam contaminar o meio ambiente.

Mas se não é reciclado, constitui um problema ambiental, porque ele  não se decompõe ou desintegra, só vai se acumular nos aterros.

Sendo da família do plástico e, portanto, 100% reciclável, pode ter um destino correto.

O certo é separar o material na coleta seletiva.

O processo de reciclagem

Por ano, são produzidos cerca de 2,5 milhões de toneladas de isopor em todo o mundo. Só no Brasil são 36,6 mil toneladas, de acordo com estudo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O problema é aquele velho conhecido: a maioria é descartada de maneira errada e, ao invés da reciclagem, vai parar em aterros.

Outra questão é que muitos não enxergam no isopor um material rentável para a reciclagem, já que ele é leve e ocupa muito espaço por causa do ar, ou seja, a preferência acaba sendo por garrafas PET e alumínio.

Mas, existe solução já chegando aqui no Brasil. A Prefeitura de Recife, em parceria com duas empresas fabricantes de embalagens, implantou uma máquina captadora que pode reduzir o volume do isopor em até 95%. Ele chega a compactar até 90 kg do material a cada hora.

O principal é que esse material seja separado corretamente para passar para a reciclagem. Já existem empresas e/ou cooperativas que realizam esse trabalho, algumas são as próprias fabricantes, como é o caso da Termotécnica. Se você possui uma boa quantidade e quer descartar, clique aqui e confira onde estão os postos de recolhimento da empresa.

E depois da reciclagem?

O Isopor® reciclado pode se transformar em diversas coisas:

– Se misturado com areia e cimento, vira concreto leve e pode ser utilizado no preenchimento de lajes e chapas de proteção para transportar produtos.

– Matéria-prima para a produção de plástico e acabamentos no ramo da construção civil.

– Substratos para melhoramento do solo.

– Aeração de substâncias para a melhoria da decomposição.

– Complementos em moldes de peças injetadas ou fundição no ramo industrial

– Geração de energia elétrica ou calorífica por meio da combustão direta.

Agora que você já sabe o que fazer com o Isopor®, não jogue no lixo comum. Separe e procure o posto de coleta seletiva mais perto de você. Clique aqui e saiba como.

Leia também

Aprenda a separar o lixo de maneira correta!

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!