universo-jatoba-laje-de-isopor

Isopor na construção civil

por Ivana Jatoba

Você deve conhecer o isopor pelas suas características de isolante térmico, mas poucos sabem da importância que ele possui na construção civil. Formado por pérolas de espuma de Poliestireno Expandido ou EPS (seu nome científico, já que “isopor” vem da marca da empresa Knauf Isopor Ltda.) com diâmetros que variam de 1 a 8 mm aproximadamente, sua leveza e capacidade de ocupar grandes volumes fazem com que sua aplicação seja vasta, assim como as vantagens que este material oferece.

Todo isopor descartado poderá ser moído e reaproveitado com facilidade em lajes nervuradas, contra piso, painéis autoportantes, sistema de blocos vazados, juntas de dilatação, drenagem, etc. Usando o isopor na composição do bloco e das lajes, por exemplo, estes ficam mais leves, logo as vigas e pilares com função estrutural suportam menos peso, requisitando assim menos ferro e menos cimento no traço do concreto. Isso significa redução de custo, de entulho e de EPS nos aterros sanitários, características sustentáveis indispensáveis na construção civil.

O concreto leve oriundo do EPS moído também pode ser aplicado em calçadas, quadras esportivas, bancos de jardim, elementos decorativos (vasos, balaústres), painéis de vedação para casas e galpões pré-fabricados, lajotas, pilares para muro, etc.

Outras vantagens do uso do isopor são: resistência ao envelhecimento, facilidade de manuseio e instalação (o que propicia mais saúde e bem estar para o operário, que carrega menos peso); resistência mecânica e baixa absorção de água. Os blocos e forro de EPS proporcionam ao ambiente isolamento térmico, isolamento acústico e não propagação do fogo.

Mas veja bem, o uso do isopor na construção requer profissionais experientes na área. Isso porque a proporção adequada de isopor que deve ser adicionado ao concreto depende do fim a que este se destina. Não é aconselhável que leigos, sozinhos, façam uso desse sistema. Isso pode condenar a construção como um todo. Fora isso, é mais uma novidade que vem se somar a tantas outras que estão beneficiando o meio ambiente e ajudando a construção civil a se tornar um ramo menos explorador de recursos naturais e mais amigo do planeta.

Ivana Jatobá é Engenheira Civil graduada na Universidade Católica do Salvador, especializada em Gerenciamento da Construção Civil pela Universidade Estadual de Feira de Santana, Bahia e Mestre em Gerenciamento de Engenharia Ambiental pela University of Technology, Sydney, Austrália. Atua como consultora em implantação de sistema de qualidade ISO 9001 e Meio Ambiente ISO 14000 em canteiros de obras.

 

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!