Ujatoba_projeto1

Projeto Aprendendo com a Mata Atlântica abre inscrições

por Universo Jatoba

Atenção escolas e grupos de estudantes dos ensinos Fundamental, Médio, Técnico e Superior, ONGs e outras instituições que se preocupam com o futuro da Mata Atlântica ou querem aprender mais sobre preservação ambiental. A Fundação SOS Mata Atlântica e a Brasil Kirin abrem inscrições para o quinto ciclo do Projeto Aprendendo com a Mata Atlântica, que tem como objetivo integrar a comunidade da região às atividades desenvolvidas no Centro de Experimentos Florestais SOS Mata Atlântica – Brasil Kirin, em Itu.

As escolas selecionadas terão atividades de educação ambiental durante o primeiro semestre de 2014. A ideia é sensibilizar alunos, educadores e visitantes para questões ambientais, por meio de atividades lúdicas e mostrar a importância da Mata Atlântica para a qualidade do ar e da água.

A visita dura três horas e os visitantes conhecem o Centro de Interpretação, onde são estimulados a entender a importância da relação entre ambiente urbano e floresta, e fazem a Trilha na Mata, que desperta os sentidos, dando a sensação de envolvimento maior com a floresta. O passeio também explora a infraestrutura do viveiro de mudas nativas da Mata Atlântica.

O Projeto Aprendendo com a Mata Atlântica realiza ações de sensibilização ambiental desde 2010 e já recebeu, durante os seus quatro primeiros ciclos, 103 instituições, entre escolas, universidades, entidades, cursos e eventos. Foram mais de 16,5 mil visitantes, dos quais 182 visitantes são pessoas com deficiência.

O Centro tem mais de 520 hectares de área, cedida em comodato por 20 anos, e é referência em trabalhos de restauração, pesquisa e fomento florestal. Além de disponibilizar o espaço, a Brasil Kirin apoia projetos como este e o Clickarvore, que identifica áreas de conservação e mobiliza internautas para doação de árvores.

No Centro, a Fundação SOS Mata Atlântica também desenvolve mais projetos, como o Florestas do Futuro e o Porteira Aberta, que buscam conscientizar a população sobre a importância do bioma por meio de visitas monitoradas realizadas gratuitamente.

O Centro de Experimentos abriga um viveiro, com capacidade de produção de 700 mil mudas por ano. Até 2012, o viveiro produziu 1,9 milhão de mudas nativas de Mata Atlântica. As mudas foram destinadas à restauração ambiental da própria fazenda e de áreas públicas e privadas em diversos municípios paulistas, totalizando mais de 700 hectares.

O número mínimo de visitantes por grupo é de 20 pessoas. As escolas e os grupos interessados em participar deverão preencher a ficha de pré-inscrição até 31 de janeiro. Clique aqui. 

É oferecido transporte para as escolas de Itu e Salto e lanche a todos os visitantes. As instituições selecionadas serão informadas por e-mail em 8 fevereiro de 2014.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!