universo-jatoba-cop21-ecod

Com foco no Acordo de Paris, campanha da ONU busca engajar mundo na questão climática

por EcoD

A Organização das Nações Unidas (ONU) lançou recentemente uma campanha para envolver o mundo com a questão climática. A iniciativa convida os cidadãos a mostrarem suas ações e opiniões sobre o Acordo de Paris e o combate ao aquecimento global por meio das redes sociais.

O objetivo é fomentar o Acordo de Paris – pacto de redução de emissões concluído no fim de dezembro passado por representantes de 195 países. Na quarta-feira, 10 de fevereiro, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, chamou os chefes de Estado dessas nações para assinar, em 22 de abril, o documento referente ao acordo obtido na capital francesa. Pelo convite, a assinatura do pacto deve ocorrer na sede da ONU, em Nova York.

A campanha sugere algumas perguntas que podem ser respondidas nos vídeos:

Como você se preocupa com a mudança do clima?
Qual é o impacto do Acordo de Paris no que você espera e deseja para o futuro?
Como você acha que o seu país, cidade, empresa ou organização pode contribuir?
O que você pretende fazer pessoalmente para que o Acordo de Paris tenha sucesso?

Estratégia brasileira


No âmbito nacional, o Brasil prepara, entre outras coisas, a implementação da Estratégia Nacional para Redução de Emissões provenientes de Desmatamento e Degradação Florestal, conservação dos estoques de carbono florestal, manejo sustentável de florestas e aumento de estoques de carbono florestal (REDD+).“Esse vai ser um ano bastante produtivo para a estruturação da gestão de REDD+ no Brasil”, afirmou a gerente de Projeto Letícia Guimarães, do departamento de políticas para o combate ao desmatamento do Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Saiba mais


Os 195 países signatários da UNFCCC concluíram, em dezembro de 2015, na capital francesa, um pacto histórico para mudar os padrões de produção e, com isso, frear o aquecimento global. Entre outras coisas, o chamado Acordo de Paris traduz o esforço internacional para limitar o aumento da temperatura média global bem abaixo de 2ºC em relação aos níveis pré-industriais e empreender esforços para limitar o aumento da temperatura a 1,5ºC. Além disso, em 2015, o Brasil foi o primeiro país a cumprir todos os requisitos para o reconhecimento de seus resultados de REDD+ perante a UNFCCC.

(Por Lucas Tolentino, do Ministério do Meio Ambiente)

 

Matéria do site EcoDesenvolvimento

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!