Ujatoba_compostagem

Aprenda a fazer compostagem

por Universo Jatoba

Hoje a dica é para quem adora cuidar das plantas em casa. Além de deixar o ambiente mais bonito, cultivar as plantas ajuda a melhorar o ar que você respira. Entre os cuidados está o adubo, que pode ser preparado de maneira orgânica.

Já ouviu falar da compostagem? É uma técnica que transforma resíduos orgânicos em um material rico em húmus e nutrientes capaz de melhorar as condições do solo. Um estudo realizado pela PUC/RS mostra que quase 57% dos materiais orgânicos que chegam às unidades de triagem são classificadas como matéria orgânica degradável, ou seja, que podem ser aproveitadas de outra maneira.

O adubo orgânico nutre as plantas, pois é rico em cálcio, fósforo, potássio, nitrogênio, magnésio e enxofre; corrige a composição do solo, reduzindo ou neutralizando os efeitos tóxicos desses elementos; e facilitam o desenvolvimento das plantas.

Para fazer a compostagem, determine um espaço. Vale lembrar que você deve sobrepor os resíduos, ou seja, fazer um pilha, um em cima do outro. Existem empresas que oferecem produtos para a compostagem. Confira algumas opções:

- A Toca do Verde é uma delas e entrega em todo o Brasil. Clique aqui e informe-se.

- Outra opção é a Morada da Floresta. Clique aqui e saiba mais.

Aproveite e separe todo o orgânico do seu lixo doméstico: restos de alimentos crus ou cozidos, como cascas de frutas e de vegetais, leite, borra de café, estercos de cavalo e porco, bagaço de cana-de-açúcar, serragem, restos de capina, aparas de grama, restos de folhas do jardim, palhadas de milho, entre outros. Evite restos de comida temperada com óleo, azeite e restos de carnes com gordura.

Uma pesquisa da Embrapa pede atenção ao que não entra na compostagem: madeiras tratadas com pesticidas ou envernizadas, vidro, metal, óleo, tinta, plásticos e fezes de animais domésticos. Não use também papel encerado ou produtos que contenham qualquer tipo de plástico.

Para montar, basta sobrepor as camadas alternando os resíduos com terra. Caso não for usar a indicada composteira, dá para usar uma caixa de 30 a 40 cm com furos no fundo para possibilitar a troca de oxigênio e o líquido não ficará acumulado no recipiente. Colocar minhocas também ajuda bastante.

Se não for usar as minhocas, é necessário revirar o composto a cada três dias. O processo dura de 2 a 3 meses, varia muito de acordo com a quantidade de lixo e o tipo de compostagem. Ele estará pronto quando a temperatura estiver ambiente, a cor estiver escura e tiver cheiro de terra.

Dicas:

- Quanto mais variados e menores forem os resíduos, mais rápido é o processo.

- Para cada quantidade de lixo úmido, use 2 de lixo seco.

- Não deixe a composteira em contato com o solo se não tiver um local adequado para escorrer o chorume.

- No caso desta caixa com furos no fundo, coloque um apoio para que ela não entre em contato com o solo e deixe outro recipiente em baixo, por onde deve escorrer o chorume, que pode ser devolvido à mistura da compostagem.

- O chorume também pode ser usado para regar a horta ou pulverizar nas plantas. Use uma medida de chorume para 10 de água.

- Use luvas para manusear os resíduos.

Gostou da dica? Mande a sua sugestão.

noyesyes