Ujatoba_sustentabilidade_rede

Site traz opções de lazer em áreas verdes nacionais e até internacionais

por Renata Cardarelli

Você mora em São Paulo, mas sente falta de espaços verdes para entrar em contato com a natureza? Eu particularmente costumo caminhar no Parque do Ibirapuera, um dos principais cartões postais da cidade e cuja área passa dos mil quilômetros quadrados. O Parque Villa-Lobos também é uma boa opção para passear ou andar de bicicleta. E você não precisa ter a própria magrela, já que o aluguel é bastante acessível (a partir de R$ 7 por uma hora de pedalada).

Mas existem muitos outros lugares verdes na cidade e às vezes nem sabemos de sua existência, não é mesmo? Aí é que entra em ação o site Áreas Verdes das Cidades, que tem o maior acervo de informações e serviços sobre parques da capital.

A plataforma digital traz dados sobre mais de 80 áreas verdes! Na aba ‘Mapa’, várias bolinhas com desenhos de árvores indicam os locais existentes. Basta clicar em cada logo, que o internauta é direcionado para uma página com mais detalhes sobre o espaço. Além do histórico, há dados sobre áreas esportivas, lanchonetes, horário de funcionamento, endereço e dicas das melhores opções de lazer para curti o parque.

Todos os espaços verdes foram avaliados pela equipe do site, que dá nota a cada uma das sugestões. O Áreas Verdes das Cidades também traz informações sobre parques situados no exterior, como nos Estados Unidos, por exemplo. Mas o melhor de tudo é que a plataforma também é colaborativa, portanto, os internautas podem mandar sugestões e opiniões.

O portal surgiu como uma atividade de lazer para o engenheiro Antonio Guedes, depois de sua aposentadoria. “Embora venha de uma carreira como executivo de telecomunicações, sempre tive muito apreço pelo tema do meio ambiente e vejo que cada vez mais temos que fazer a nossa parte para a criação de uma mentalidade coletiva de respeito à natureza”, conta.

Bacana é que o projeto começou com uma ideia despretensiosa há dois anos, em formato de blog. “Conforme as visitas aos parques foram acontecendo, o que em geral faço em companhia da minha esposa e incentivadora, fui querendo escrever textos cada vez melhores, mais completos, e registrar tudo que via nas melhores fotos que conseguisse tirar”.

Com o poder da internet, o blog foi se desenvolvendo e hoje é o maior acervo sobre áreas verdes. “Muitos amigos, ao receber meus e-mails convidando para conhecer o blog, foram me incentivando e me fortalecendo, e eu fui sentindo que o projeto que começou quase tímido estava ganhando outra dimensão, pois a informação sobre ele foi rapidamente se espalhando nesses tempos de imensas redes sociais”.

Atualmente, o portal recebe cerca de 14 mil acessos por mês, inclusive, de internautas de fora do Brasil, principalmente Estados Unidos, Reino Unido, Malásia, Alemanha, Rússia, França e China.

O próximo passo é criar uma equipe para ampliar o Áreas Verdes das Cidades, desenvolver um aplicativo que acompanhe as pessoas nas atividades dentro dos parques e aumentar a possibilidade dos internautas contribuírem cada vez mais com conteúdo, enfim, ideias não faltam!

 

Renata Cardarelli é jornalista e especialista em redes digitais e sustentabilidade pelo Instituto Atopos, da Universidade de São Paulo. Ao lado de cinco profissionais da área de comunicação e sustentabilidade, é idealizadora do projeto Tietê Digital. Atua na apuração da Rádio Globo, onde também é produtora. Além disso, contribuiu com trabalhos esporádicos para Rádio Eldorado, Rádio Gazeta AM e O Estado do RJ e passou pelas redações de portais Comunique-se e InfoMoney e Revista CULT.

Renata escreve às segundas-feiras aqui no Universo Jatobá.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!