Ujatoba_bambu

Bambu. Por que não? Parte I

por Universo Jatoba

Será que o bambu é grande solução para problemas sociais, econômicos e ambientais atuais? Ao ler as características (estas foram divididas em 02 textos para que a leitura não fique muito longa) deste vegetal, a impressão que dá é que o bambu é a grande maravilha do mundo sustentável. Vejam só:

1. O bambu é a planta de crescimento mais rápido do planeta. Ele cresce um terço mais rápido que a árvore que ocupa a segunda colocação em rapidez de crescimento.

Os tamanhos variam de miniaturas até cerca de 40 metros de altura.

2. O bambu é considerado um elemento crítico no balanceamento entre oxigênio e dióxido de carbono na atmosfera. Com seu rápido crescimento, ele tem a capacidade de mais rapidamente reflorestar áreas devastadas pelo desmatamento, além de gerar mais oxigênio que as demais plantas lenhosas.

3. Ele reduz a incidência de luz solar, protegendo contra os raios ultravioletas e atuando como um purificador atmosférico e dos solos.

4. O bambu é um substituto viável para a madeira. Ele é um dos materiais mais resistentes para construção. A força de tensão do bambu é cerca de 20% superior a do aço. É possível se construir uma casa inteira estruturada por bambus.

5. O bambu é um recurso natural resistente. Ele pode ser colhido (cortado) anualmente.

6. O bambu foi responsável pelo primeiro reflorestamento em Hiroshima depois da devastação causada pela bomba atômica em 1945.

7. O bambu é versátil por seu curto ciclo de crescimento. A sua diversidade faz com que o mesmo se adapte a várias situações climáticas e de meio ambiente.

8. Ele pode ter seu primeiro corte entre 3 e 5 anos de seu plantio. As lenhosas levam, dependendo da espécie, de 10 a 20 anos para alcançarem o ponto de corte.

9. O bambu tolera altos índices de precipitações pluviométricas.

10. O bambu pode ter impactos benéficos na economia. Este, junto às indústrias ao qual está ligado, já proporciona renda, alimentação e moradia para mais de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo.

11. Compensados de bambu são utilizados em paredes e pisos como revestimentos;

12. Sua polpa serve como matéria-prima na produção de papel e celulose; o caule em si pode ser utilizado na construção civil.

13. O bambu é uma ferramenta para conservação dos solos. Suas propriedades anti-erosivas, através de seu sistema radicular, criam uma eficiente defesa ao “costurar” os solos deixando-os compactados e coesos ao longo das frágeis margens de rios, áreas desmatadas e em lugares propícios a terremotos e deslizamentos de terra. O bambu reduz, significativamente, a velocidade de evasão das águas das chuvas, o que previne a erosão do solo.

Fonte utilizada: ONG Bambuzal Bahia

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!