Ujatoba_sabao

As utilidades do óleo de cozinha usado

por Universo Jatoba

O sabão feito com óleo de cozinha é biodegradável? O que é possível fazer para reaproveitar aquele óleo que já não serve mais para fritura? Essas são as dúvidas das leitoras Bruna e da Vágila Frota.

A primeira resposta é para a Bruna. O sabão caseiro é biodegradável, pois é decomposto por micro-organismos em um curto espaço de tempo. Mas atenção: o fato de ele ser biodegradável não significa que não possa causar algum dano ao ecossistema. O sabão é eliminado na água junto com a sujeira e, quando chega ao esgoto, se este não for tratado corretamente, vai para rios e lagos. Dessa maneira, ele pode se tornar um agente poluidor.

O óleo é uma matéria-prima renovável e, quando descartado de maneira incorreta, polui a água e o solo. Ele pode entupir as tubulações e, até mesmo, prejudicar o funcionamento correto das estações de tratamento. Quando vai parar em rios e lagos, ele impede a passagem do sol para a fotossíntese dos fictoplânctons e prejudica todos os seres aquáticos.

Quer saber como fazer o sabão caseiro com óleo usado? Clique aqui e confira todos os detalhes.

Agora, a resposta para a Vágila. O óleo já usado, quando reciclado, pode ter várias destinações: produção de resina para tintas, aditivo de ração para animais, sabão, detergente, glicerina e biodiesel. O biodiesel é uma alternativa de combustível e aditivos derivados de fontes renováveis, que podem ser dendê, soja, óleo de cozinha e mamona. Para a utilização do biodiesel, não é necessário nenhuma mudança nos motores movidos a diesel do petróleo. Mas, os benefícios da produção de biodiesel através do óleo de cozinha ainda vão além. Isso porque ele é constituído de energia renovável e seu carbono é neutro. Com isso, não há aumento de gás carbônico na atmosfera. É possível ajudar na produção de biodiesel de uma forma simples. Separe todo o óleo já utilizado e procure postos de coletas próximos.

Veja algumas opções:

Biodiesel em casa e nas escolas

Um projeto realizado pelo Laboratório de Desenvolvimento e Tecnologia Limpas, em parceira com a USP/RP, visa o envolvimento de toda a comunidade na produção de biodiesel. Para participar, é só guardar o óleo utilizado em garrafas plásticas e entregar em escolas ou postos. Clique aqui e veja os locais disponíveis para coleta.

Ecóleo

A Associação Brasileira para Sensibilização, Coleta e Reciclagem de Resíduos de Óleo Comestível possui pontos de coleta de óleo em todo o país. Veja aqui o mais próximo de você e evite a poluição.

Óleo Sustentável

O site foi montado pela Abiove, a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais, para conseguir recolher o óleo utilizado. Confira aqui os pontos de coleta espalhados pelo Brasil.

Curiosidade

Alunos da Universidade de Brasília (UnB) desenvolveram um método de transformar o óleo de cozinha em tinta para impressão. Clique aqui e saiba mais.

Viu como é possível utilizar o óleo de uma maneira que prejudique o meio ambiente? Pratique a reciclagem e ajude.

Leia também

Hortas planejadas para a sua casa

Dicas para usar a água oxigenada

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!