Ujatoba_acessibilidade

Acessibilidade e mobilidade urbana

por Ivana Jatoba

Você sabe o que significa acessibilidade? Explicando de modo simples, acessibilidade é a característica que espaços urbanos e edificações possuem quando permitem que pessoas com alguma deficiência de locomoção se movimentem em seus aparelhos sem maiores dificuldades.

Então repare nas calçadas próximas a você. Veja os edifícios, praças, restaurantes, praias, clubes, bancos, etc. Será que esses espaços são acessíveis? Alguém conseguiria se movimentar numa cadeira de rodas sem precisar da ajuda alheia?

Sustentabilidade na construção não requer apenas materiais ecologicamente corretos. Também abrange a inclusão social, e tornar os espaços públicos e privados acessíveis é expressar respeito ao cidadão e avanço na nossa sociedade.

A Norma da ABNT 9050:2004 estabelece critérios para a construção de edificações acessíveis. Procedimentos quanto à sinalização, declividade de rampas de acesso, altura dos interruptores elétricos, largura dos corredores de circulação, número de vagas para deficientes nos estacionamentos e muitos outros estão descritos minuciosamente para serem executados por construtores conscientes da importância e necessidade de garantir o direito de ir e vir das pessoas com restrição de mobilidade.

Mas não adianta a boa atitude dos profissionais da construção civil, se a sociedade em geral não mudar o tratamento dispensado aos portadores de deficiência de locomoção. Para que serve a faixa de pedestre se poucos motoristas a respeitam? E a vaga no estacionamento reservada aos portadores de necessidades especiais que é ocupada por pessoas normais (normais?) sem qualquer pudor? E a falta de paciência estampada na face dos passageiros do coletivo quando o motorista atrasa mais ainda o itinerário porque o usuário de cadeira de rodas precisa entrar no ônibus se acomodar junto aos demais?

É, como cidadãos e construtores, estamos muito atrasados no quesito da acessibilidade e mobilidade urbana. Infelizmente o Poder Público pouco faz para proporcionar independência de movimentação aos que mais precisam. Mas nunca é tarde para mudar nossos conceitos. Para começar, tenhamos uma visão diferente da nossa cidade, sob o ângulo do deficiente físico. Quem é mesmo deficiente?

 

Ivana Jatobá é Engenheira Civil graduada na Universidade Católica do Salvador, especializada em Gerenciamento da Construção Civil pela Universidade Estadual de Feira de Santana, Bahia e Mestre em Gerenciamento de Engenharia Ambiental pela University of Technology, Sydney, Austrália. Atua como consultora em implantação de sistema de qualidade ISO 9001 e Meio Ambiente ISO 14000 em canteiros de obras.

Ivana Jatobá escreve às quintas aqui no Universo Jatobá.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!