Foto-Carla-Durante

Alimente-se com qualidade durante a gravidez

por Universo Jatoba

Mais do que quantidade, a qualidade deve ser prioridade na alimentação durante a gravidez. Segundo a Organização Mundial da Saúde, a má alimentação tanto neste período quanto durante a amamentação representa uma ameaça potencial à saúde da mãe e da criança. Por isso, o acompanhamento pré-natal com o médico é tão importante e repercute na gestação e amamentação de uma criança saudável.

Cada gestante deve receber uma orientação nutricional específica de acordo com a idade, o estado de saúde, os sintomas da gravidez e atividades físicas.

O Universo Jatobá separou alguns cuidados que toda grávida deve ter.

Confira as recomendações:

Coma devagar e mantenha uma dieta entre 5 e 6 refeições com intervalos de três em três horas e em menor volume.

Mantenha a ingestão adequada de proteínas, como ovos; e leguminosas como feijão, ervilha, lentilha, grão de bico, soja e quinua.

Consuma ferro, que está presente em leguminosas e verduras verde-escuras

Coma alimentos ricos em vitamina C, como goiaba, caju, laranja e limão, junto às principais refeições. Isso faz com que o ferro seja melhor aproveitado pelo organismo.

Aumente a ingestão de vegetais, legumes e frutas e mantenha a ingestão adequada de cálcio, com iogurte, leite desnatado, queijos, peixe, vegetais verdes e gergelim triturado.

Alimentos ricos em fibras solúveis e insolúveis, como arroz, aveia, centeio e trigo são importantes.

Evite o consumo de alimentos gordurosos, frituras, alimentos ricos em açúcar, como doces, balas, chocolate e refrigerante.

Enlatados e condimentos também não são interessantes para a saúde durante a gestação.

Evite o consumo de álcool, café, chá mate e preto. Opte pelo consumo moderado de chá de erva cidreira, camomila, hortelã, erva-doce e gengibre.

Esteja em alerta para a qualidade das frutas e legumes. Prefira os orgânicos, que não estão expostos ao uso de agrotóxicos e pesticidas.

Cuidado com as carnes cruas e frutos do mar. As carnes cruas podem transportar o microorganismo causador da toxoplasmose, infecção que pode provocar danos cerebrais ou cegueira no bebê.

Fuja de leites e queijos não pasteurizados, que também podem causar infecção e, em casos mais graves e raros, podem provocar aborto, parto prematuro e meningite.

Ingira bastante água e água de coco.

Cuide da sua saúde, consulte o médico regularmente e observe os resultados no seu bebê!

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!