Ujatoba_bike-crianca

Dicas para desenvolver a autoconfiança na infância

por Universo Jatoba

A autoconfiança não é apenas uma característica entre os adultos, mas é muito importante para os pequenos. Ela contribui para promover o desenvolvimento integral, de forma a garantir um melhor aproveitamento para as crianças nas relações pessoais e no âmbito escolar.

Nem todas as crianças possuem, naturalmente, um perfil autoconfiante e elas precisam ser estimuladas pelos pais e seus educadores. Fazer com que as crianças se sintam confiantes em ações diárias é muito importante e faz parte do desenvolvimento saudável, além de ser essencial para que os pequenos se relacionem com os outros e enfrentem desafios, como competir, partilhar e fazer amigos.

Saiba como moldar e nutrir o senso de confiança em seu filho, seguindo as nossas dicas.

Como desenvolver a autoconfiança na infância

  1. Estabeleça rotinas

Criar horários para as atividades diárias, ajudará a criança se sentir mais segura, confiante e protegida. A rotina é uma maneira da criança ter controle do seu mundo, por exemplo, ela saberá que o banho vem primeiro, depois é hora do jantar, higiene pessoal, leitura e hora de dormir.

Através da rotina os pequenos sabem a ordem que as coisas são feitas e assim poderá se preparar para essas mudanças. Se na sua casa não tem rotinas estabelecidas, isso pode resultar em ansiedades, já que os pequenos não sabem o que pode acontecer no futuro.

Universo-Jatoba-criancas-verao

  1. Delegue responsabilidade para seu filho

O seu filho precisa se sentir útil em relação a organização da casa e isso o ajudará a ser mais confiante. Você pode delegar tarefas diárias conforme a faixa etária, ou seja, deixá-lo responsável por guardar os seus brinquedos, alimentar os animais de estimação, regar as plantas e até ajudar a arrumar a mesa.

Ao se sentir útil, a criança se sente importante e isso contribui para o desenvolvimento da confiança.

  1. Ajude-o a solucionar problemas

Mesmo que você não perceba, os pequenos passam por situações diárias que os levam a pensar e encontrar soluções para os seus problemas. Os pais têm a tarefa de ajudar os filhos a desenvolver pensamento crítico, encontrar sozinhos as soluções e desenvolver a autoconfiança. Resolver os problemas dos pequenos não é indicado e os pais podem sim ajudá-los a se esforçar. Especialistas afirmam que até a frustração por não conseguir encontrar uma solução, faz com que as crianças desenvolvam a competência, confiança e domínio.

Você pode dar dicas e sugestões, mas nunca fazer por eles porque assim você estará guiando o seu pequeno e apoiando em seus esforços e ele saberá que pode contar com você para encorajá-lo sempre. No final, ele estará desenvolvendo sua capacidade de conquistar algo por si mesmo.

  1. Ofereça diferentes brincadeiras

Ao brincar, a criança está aprendendo sobre os outros, sobre si mesma e também sobre o mundo ao seu redor. É por meio das brincadeiras que ela vai aprender a solucionar problemas e desenvolver confiança. As brincadeiras permitem que os pequenos experimentem outros papéis, podem ser outra pessoa e até pelo simples fato de apertar um botão, sabem que podem fazer algo acontecer.

4 – Pressionar a criança

  1. Encoraje o seu filho a realizar tarefas difíceis

As crianças aprendem fazendo, portanto, encoraje o seu filho a realizar algo que seja mais difícil para ele, como amarrar o cadarço do tênis, andar de bicicleta, entre outros. Se necessário, guie sua mão e mostre que você sempre poderá ajudá-lo. Não se esqueça de elogiar cada conquista, por menor que seja, e também de mostrar que não ficará desapontado caso ele não consiga, mostrando que ele ainda não está pronto, mas pode continuar tentando e que você sempre irá apoiá-lo.

Além dessas dicas para desenvolver a autoconfiança na infância, você também pode ser um modelo para o seu filho. Você sabe que as crianças estão sempre observando os pais e isso reflete muito neles. Portanto, molde em si mesmo a confiança e a persistência. Aproveite para realizar novas tarefas e faça elogios a si mesmo perto da criança, como: “Foi muito difícil conseguir limpar isso, mas eu não desisti e agora estou orgulhoso porque está tudo limpinho”.

Por: Andreia Silveira, colaboradora do site Plano de Saúde.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!