Ujatoba_casal

Infertilidade conjugal

por Universo Jatoba

Depois que me casei, decidi ter filhos. Após os exames de rotina, me empenhei nesta tarefa, que todo mundo adora!  E era uma paixão só, sem restrição de dias, horários e lugares. Casal apaixonado faz sexo até pendurado no lustre! (risos) Mas o tempo passava, o primeiro ano foi embora…e nada de barriga. Um especialista nos contou que é assim mesmo, não basta “treinar”, tem que contar com a sorte, pois todo casal normal tem uma chance de apenas 20% de engravidar por ciclo mensal. Depois de dois anos de “xamego” e exames mais detalhados, compreendi a dificuldade: fazia parte do grupo que a  Organização Mundial da Saúde chama de infértil. Um contingente que atinge de 10% a 15% dos casais em idade reprodutiva.

A infertilidade se caracteriza pela ausência de gravidez após 1 ano de tentativas sem sucesso.

Tive que partir para a reprodução assistida, com acompanhamento médico especializado, uma montanha de exames e procedimentos, muitos nada agradáveis,  e um bicho chamado ansiedade para domar.

“As mulheres já nascem com os óvulos que irão utilizar durante toda a vida. Assim, a taxa de gravidez vai diminuindo. Aos 37 anos ela está em aproximadamente 15% ao mês, e aos 40 anos, em aproximadamente 10% ao mês”, explica a doutora Juliana Miorin, ginecologista obstetra e especialista em reprodução humana.

Segundo ela, a tendência da mulher em ocupar mais espaço na sociedade a expõe a riscos ocupacionais e toxinas ambientais, mudança no estilo de vida com consumo mais elevado de álcool, drogas e uma tendência a postergar o momento da gestação.

As causas de infertilidade não são exclusivamente femininas. Estão divididas em 30% por fator feminino, 30% por fator masculino, 30% por fator feminino associado ao masculino e 10% de causas desconhecidas.

Os principais fatores são ovulatório, caracterizado por irregularidade menstrual ou ausência da menstruação, o tubo-peritoneal, alteração no trajeto de encontro do espermatozóide com o óvulo, e a alteraçao da concentração de espermatozoides por ml.

O tratamento em reprodução assistida pode ser de baixa complexidade, como o coito programado e a inseminação artificial, ou de alta complexidade, como a fertilização in vitro e a injeção intracitoplasmática de espermatozóide.

O coito programado é baseado no uso de medicamento para auxiliar a produção de óvulos, com a relação sexual realizada de acordo com o período fértil da mulher. Na inseminação artificial também são utilizados indutores da ovulação que auxiliarão a produção de óvulos. Os espermatozóides são coletados, processados e injetados no útero da paciente durante o período fértil, aumentando a chance de fertilização.

Nos tratamento de alta complexidade são feitas estimulações ovarianas controladas com gonadotrofinas, proporcionando a maior produção de óvulos em um ciclo menstrual. Esses óvulos são aspirados em momento oportuno e são fertilizados em laboratório.

A fertilização in vitro é indicada para casais com infertilidade por alteração tubo-peritoneal principalmente. A técnica consiste em juntar óvulo e espermatozóides processados em meio de cultura adequado e a fertilização ocorre naturalmente. Já a injeção intracitoplasmática de espermatozóide é indicada para tratamento de casais inférteis por fator masculino. O tratamento consiste na injeção de um único espermatozóide dentro do óvulo. O desenvolvimento dos embriões é acompanhado e transferidos para o útero da mulher no terceiro ou quinto dia após a fertilização. Feito isso, o teste de gravidez é realizado de 9 a 15 dias após a o processo.

“Dependendo da idade da paciente, reserva ovariana e fator de infertilidade, o sucesso nas taxas de gravidez em um ciclo de fertilização in vitro gira em torno de 40% a 50%”, diz Juliana.

Eu descobri as dificuldades para engravidar aos 38 anos. E tive que correr contra o tempo para ser mãe. Se você está pensando nisso, minha dica é procurar logo um especialista para avaliar sua situação. Aquele bebê maravilhoso nos seus braços vai trazer a certeza de que qualquer esforço vale a pena!

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!