Ujatoba_mosquito

Repelentes eletrônicos funcionam?

por Universo Jatoba

Uma promessa simples e sustentável: é só enfiar na tomada. Mas será que o uso de repelentes eletrônicos ou sonoros é eficiente? Não precisa procurar muito para encontrar uma gama de ofertas por aí, principalmente no calor. Com o progresso da tecnologia, até aplicativos com o nome de “Anti Mosquito” ou “Mosquito Repelente” podem ser baixados facilmente pelos smartphones. Alguns dizem afastar também ratos e morcegos usando um ultrassom. Mas, será?

Diversas pesquisas, entre elas uma da A. Ali Enayati, Ph.D. e professora de etimologia médica na Universidade Mazandaran de Ciências Médicas na Sari, no Irã , dizem que esses aparelhos não têm eficiência comprovada mesmo após anos de pesquisa. Os mosquitos são direcionados para odores fortes, pontos de luz e até pela temperatura corporal, então de nada adianta achar que o som vai resolver o problema. Aqui no Brasil nenhum deles tem registro no Ministério da Saúde.

Ou seja, melhor optar por outras formas de repelir os insetos. Fato é que os repelentes tradicionais são eficientes, mas levam produtos químicos que podem agredir tanto a saúde das pessoas como o meio ambiente.

As opções mais sustentáveis são o uso de telas de proteção nos ambientes ou os repelentes naturais e/ou caseiros.

As plantas também ajudam. Para saber mais, clique aqui. 

Para anotar algumas receitas naturais, clique aqui.