superplayer-caminh

Escutando o coração

por Universo Jatoba

Sabia que o nosso coração pode dizer quais as músicas são ideais para cada exercício? Mais do que um simples prazer, o hábito de ouvir músicas durante sua prática pode turbinar a performance, desde que se faça a escolha correta. Para isto existe uma margem média de batimentos cardíacos a se considerar.

Os smartphones revolucionaram nosso jeito de consumir música. Existem estudos no mundo todo sobre como ela nos afeta diariamente. Dentro do Superplayer (app brasileiro de streaming de música) foram desenvolvidas playlists baseadas nas batidas por minuto do nosso coração para cada ocasião. Em situações de aquecimento a nossa média é de 70 a 120 batimentos por minuto (BPM). Neste caso a playlist ideal se chama “Caminhada Esportiva”, já quando for acima de 120 batimentos a opção mais indicada é a playlist “Crossfit”. A música “I Fell It Coming” do The Weeknd, por exemplo, tem 93 BPM e é indicada para início de exercícios.

Existem explicações científicas para isso… Os especialistas Peter Terry, professor de Psicologia da Universidade de Southern Queensland (Austrália) e Costas Karageorghis, professor da Universidade Brunel (Inglaterra) explicam que os efeitos da música nos seres humanos ocorrem por meio de quatro fatores: resposta ao ritmo, musicalidade, impacto cultural e associação. Então a mente é impactada pela música e dá mais disposição, ânimo, mesmo na hora de cuidar do corpo.

Nós do Superplayer acabamos de disponibilizar o primeiro vídeo da série que estamos chamando de “Musica Pra Quê”, que buscam mostrar, de forma didática, qual a função ou como a música pode ajudar durante alguma atividade, momento ou sentimento.

No primeiro vídeo, aproveitamos o embalo do “Projeto Verão” que as pessoas estão e explicamos como a música nos ajuda nas atividades físicas, como corridas no parque, pedaladas…

Assista:

Christian Piva, líder de marketing do Superplayer

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!