shutterstock_245743594

O poder da crença (para o bem e para o mal)

por Margareth Signorelli

Maria me escreve: “Só atraio homens cafajeste. Estou desistindo do amor. O que fazer?” Quando temos consciência de algo prejudicial e de suas consequências, cada vez que nos deparamos com o mesmo entendemos a importância de mudar este comportamento.

Por este motivo costumo insistir com o assunto “Crença”, pelo fato de vê-las repetitivamente dentro e fora do meu trabalho e entender o quanto nocivas são. Para maior compreensão explico cientificamente como este sistema funciona.

Durante o dia, nosso cérebro recebe cerca de 2 bilhões de informações vindas das mais diferentes fontes (sons, imagens, cores etc). Ele não consegue armazenar tudo que coleta.

Na base do cérebro localiza-se o Sistema de Ativação Reticular (SAR). Ele filtra as informações que estão ao nosso redor pelo que acha que é mais IMPORTANTE. Por aquilo que você foca.

Já percebeu que pessoas que dizem “Não consigo alcançar meu peso ideal”, não conseguem perder peso. Ou as que afirmam “Todos os homens são cafajestes”, só atraem homens cafajestes.

Nosso cérebro não consegue distinguir o que é verdadeiro ou não. Quando você acredita em algo, seu cérebro trabalha para lhe provar a veracidade do mesmo.

O mesmo acontece dentro de outras linhas, como espiritualidade e física quântica (Lei da Atração). O que você acredita se torna sua REALIDADE.

O tema que apresento no vídeo é muito comum e alarmante, pois se a pessoa tivesse noção do potencial da sua mente, pensaria inúmeras vezes antes de permitir que seu cérebro continue repetindo as mesmas afirmações. Ensino como quebrar uma crença de uma forma simples dentro da RACIONALIDADE.

Aproveite! Mude conceitos que não tem fundamento e transforme-os em verdades que lhe conduzirão a melhores resultados na busca da felicidade.

Grande abraço!

Margareth Signorelli formou-se bacharel em enfermagem (PUC-CAMP). Sempre se considerou uma cuidadora e continuou sua busca para incentivar pessoas a alcançar seu melhor desempenho possível. Formou-se pelo ICI (Integrated Coaching Institute), em São Paulo, tornando-se uma coach de desenvolvimento. Com interesse especial na área de Relacionamentos encontrou no método de Katherine Thomaz e Clair Zammit a abordagem ideal, graduou-se em Los Angeles, tornando-se uma coach de Transformação.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!