world-s-happiest-country

Noruega é o país mais feliz do mundo

por Universo Jatoba

Desde 2012, o ranking da felicidade e bem-estar mundial – World Happiness Report – é divulgado anualmente pelas Nações Unidas, já que a entidade acredita que estes dois parâmetros são os principais a serem levados em conta para medir o progresso social de uma país e a eficácia das políticas públicas empregadas.

Para a ONU, o desenvolvimento da população de uma nação deve estar baseado na felicidade e bem-estar e não mais no Produto Interno Bruto (PIB). O grande problema do PIB é que ele só serviria se a renda total fosse dividida igualmente entre a população, o que não acontece, ainda mais em países em desenvolvimento, onde a desigualdade social continua sendo um enorme problema.

No World Happiness Report 2017, a Noruega aparece no topo da lista, seguida por Dinamarca (1º lugar no ano passado), Islândia, Suíça e Finlândia. O Brasil ficou com o 22º lugar.

Para elaborar o ranking, os especialistas da ONU analisam parâmetros expectativa de vida, saúde, governança, renda, confiança (em governos e empresas), honestidade, liberdade (para tomar decisões) e generosidade (avaliada pelo volume de doações realizadas).

Aproximadamente 3 mil pessoas foram entrevistadas em cada um dos 150 países avaliados. Os países considerados os mais “infelizes”, ou seja, que figuram no final da lista são todos do Oriente Médio e África. São nações que sofrem com extrema pobreza ou enfrentam guerras civis, entre elas, Afeganistão, Síria, Ruanda e Tanzânia.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!