Universo-Jatoba-desejos-debora-ganc

A arte do desejo

por Debora Ganc

A energia essencial da atração é o desejo. É básico em nossas vidas e também é essencial em nossa evolução espiritual. Através dele é que criamos mais amor, alegria e vitalidade. Esperanças, sonhos, vontades e intenções são forças movidas pelo desejo que impulsionam nosso crescimento e avanços na vida.

Desejar é uma arte a ser aprendida e o primeiro passo para este aprendizado é se libertar dos julgamentos.

Muitas pessoas sentem culpa dos desejos que têm ou pensam que desejam mais do que merecem. Na realidade, desejar é absolutamente natural e necessário.

Queremos cada vez mais atrair coisas boas da vida, mas atenção, a energia da atração é neutra, podemos atrair tanto resultados positivos como negativos.

Os desejos, vontades e intenções que temos a cada dia são a força que transforma o presente em um futuro, criando coisas novas ao longo do caminho. Logo, desejar é um ato criativo e, portanto, não pode ser considerado nem mau nem não espiritual.

A vida conspira para que os desejos sejam alcançados. Uma vez que deixemos de julgar nossos desejos iremos perceber que formos criados para alcançar nossas intenções. Todos temos guardados em nossa consciência os meios de fazer qualquer possibilidade se tornar realidade.

Começamos pedindo aquilo que queremos depois fazemos o necessário para conseguir o que queremos. Toda nossa vida é planejada a partir dos desejos. É por isso que é tão importante aprender a manifestar nossas intenções.

Colocar esta habilidade como prioritária não nos qualifica como pessoas egoístas ou gananciosas, porém, quando atrelamos a negatividade ao desejo, as intenções podem nos causar problemas e ficamos sem direção, frágeis, obsessivos ou desesperados, frustrados e vazios.

Esses tipos de problemas não acontecem quando o desejo é positivo, pois, então, é um suporte à vida.

O maior desejo que podemos ter é o de crescer e evoluir. Como a natureza, também estamos nos expandindo constantemente, então seria uma boa meta fazer com que cada desejo seja positivo, para nos dar sustentação e poder. Nossos desejos nos impulsionam e nos fazem sentir vivos!

Se não tivéssemos desejos, nossa existência seria rasa, inerte e desinteressante. Portanto, podemos celebrar o fato de termos vontades, esperanças, sonhos e aspirações.

Há uma inscrição hindu muito antiga que diz:

“Sou um, deixe que me torne muitos, deixe que me desenvolva e cresça”.

Foto: Thinkstock

 

Debora Ganc é Terapeuta Sistêmica, Constelações Familiares, Constelações Empresariais. Gestalt e Programação Neurolinguística. www.terapiasistemica.com.br

Debora Ganc escreve às quartas-feiras aqui no Universo Jatobá.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!