Ujatoba_Jatoba_exercicio_idosos_2

Qual o caminho para a felicidade? Você ainda não sabe?

por Giana Ramos

Talvez essa seja a questão que move o mundo: qual o caminho para a felicidade?

Existe?

Posso ser feliz plenamente ou a vida tem apenas momentos felizes?

Passei a semana lendo sobre o assunto, diversos filósofos falaram sobre isso, vou fazer um apanhado do que li, depois escrever minhas conclusões, talvez não serei tão profunda por não ser formada em filosofia. Tudo que sei trago dos dois anos que fiz licenciatura, dos livros: “O mundo de Sofia” e “O livro da filosofia”, pesquisas na internet e de conversas com amigos filósofos. São ótimas pessoas para tecer ideias, eles nos ajudam a pensar “fora da caixinha” sobre os assuntos do nosso dia-a-dia. Inclusive essa é a primeira dica para alcançar a felicidade. Tenha pelo menos um amigo filósofo, ou um amigo que saiba ouvir, você também aprenda a ouvir não só as pessoas como a si mesmo, as grandes respostas para as nossas dúvidas, SEMPRE está dentro de nós.

Antes de retornar ao passado, vamos elucidar o que é felicidade com o auxílio do dicionário: Felicidade é um estado de bem-estar, contentamento, prazer; uma existência alegre, animada e sem perturbações; a reação de uma pessoa quando lhe acontecem coisas boas. Em grego, felicidade se diz “eudaimonia”, “eu= bom” e “daimon=demônio”. Apesar de não parecer coisa boa, esse demônio é como um semi-Deus ou anjo da guarda que nos acompanha. Ou seja, para os gregos, a felicidade estaria ligada a sorte. Se a pessoa tiver um “bom” demônio será feliz, se ocorrer o contrário, está fadada à infelicidade. Para os gregos, a felicidade era algo que vinha com você desde o seu nascimento, independente das suas ações.

Vendo que esse significado atormentava as pessoas na Europa antiga, os filósofos davam novas compreensões para a palavra. Começaremos com SÓCRATES: para ele, a felicidade significava o bem da alma e só poderia ser atingida se o indivíduo estivesse disposto a seguir sua caminhada de forma justa e praticando boas ações. Outro grande pensador da época também deu seu pitaco no assunto. PLATÃO acreditava que a função da alma é ser ética e, se isso fosse cumprido assim, tinha-se a felicidade. Para esses filósofos a felicidade era uma questão de escolhas e de ações.

Quando pensamos em ética, estamos relacionando ao caráter que é a forma que reagimos às situações da vida e dependendo das escolhas seríamos infelizes ou felizes. Para EPICURO, a felicidade está ligada a satisfação dos prazeres, a liberação de todos os desejos e a total realização deles.

Estudos mais atuais mostram que a felicidade está relacionada a alguns quesitos: aos bens materiais e riquezas, ao status social, prazeres da mesa e na cama, além de saúde e bem estar. Na terceira idade é possível manter todas essas áreas ativas, basta evitar o isolamento e não deixar as dores e as doenças baixarem a autoestima. Foi-se o tempo em que o idoso era triste e vivia isolado, em que a única atividade era cozinhar para os netos, fazer tricô ou jogar bingo. Hoje existem diversas atividades voltadas a esse público, desde esportes radicais até trabalho passando por inclusão digital e cursos de fotografia. Não perca tempo procure algo que você gosta de fazer. A vida começa aos 60 anos, não deixe que as doenças psicológicas tomem conta da sua cabeça, programe-se ser feliz pelo resto da vida!

Como diz Mahatma Gandhi: “Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho” e só você pode escolher se quer segui-lo ou não!

Dra. Giana Ramos é graduada em fisioterapia (São Camilo – SP), Especialista em ortopedia e traumatologia (Santa Casa – SP), Especialista em Docência no ensino superior (SENAC – SP). Formação em Reeducação Postural Global e Auriculoterapia – (FENAFITO – SP). Professora do curso de formação de cuidadores de idosos (SENAC – SP), empresária do Centro de Atendimento Especializado (CAESP SAÚDE), gestora do programa de qualidade de vida na terceira idade da Vila Maria Zélia – Belenzinho – SP.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!