Ujatoba_namorados

Canalizando o seu amor

por Margareth Signorelli

Marta me escreve “Depois que nos separamos meus sentimentos ficam guardados no meu coração e não consigo expressa-los. Sinto-me sufocada e não sei como direcionar o amor que tinha por ele”.

Quando perdemos alguém que amamos por morte ou pelo termino de um relacionamento em que ainda existe amor, para onde vai este amor que sentimos?

O amor que une duas pessoas não necessariamente se esvai com a separação dos mesmos. Este sentimento nobre que paira no ar é como a alma, que se desprende do corpo e não sabe pra onde ir.

O amor que temos por alguém é como um suvenir. Se não pudermos expressa-lo de alguma forma, não sabemos o que fazer com ele.  Não tem utilidade.

Mas como expressa-lo?

CANALIZANDO

Quando amamos alguém este amor se expressa de varias formas. Parceria, admiração, cuidado, companheirismo e vários outros modos que demostramos para cada pessoa diferentemente.

Quando não estamos mais com esta pessoa para onde vão todos estes sentimentos que alimentaram nosso amor por ela? Uma das sensações de impotência que sentimos quando estamos vivendo o luto, é conter toda esta emoção e não conseguir mais manifesta-la.

Minha sugestão é canalizar esta preciosidade para continuar emanando o que sentimos e com isto fazer diferença na vida de alguém.

Se o seu amor era caracterizado por:

Cuidar- Procure formas de cuidar de quem precisa. Acredito que não terá dificuldade de encontrar creches e asilos para visitar. Não confunda com ajuda financeira.

Companheirismo- Procure amigos que, por alguma razão se afastou, e esteja junto com eles, fazendo planos e sabendo sobre suas vidas.

Admiração- Procure qualidades nas pessoas que quer bem e esteja ao lado delas. Se observar verá que cada pessoa de nosso convívio tem competências que talvez não tivéssemos observado antes e são dignas de nossa admiração. Demonstre que as descobriu apreciando e elogiando.

Parceria- Faça planos com amigos de estar juntos ou ajuda-los em algum projeto.

Cultive seu amor que antes tinha um dono, ele foi construído, cresceu e precisa ser manifestado.

Com isto você verá que talvez o dono do mesmo não esteja mais com você, mas o fruto da sua relação será expresso das melhores formas e se espalhará se transformando em luz por onde você passar.

Grande abraço!

Margareth Signorelli formou-se bacharel em enfermagem (PUC-CAMP). Sempre se considerou uma cuidadora e continuou sua busca para incentivar pessoas a alcançar seu melhor desempenho possível. Formou-se pelo ICI (Integrated Coaching Institute), em São Paulo, tornando-se uma coach de desenvolvimento. Com interesse especial na área de Relacionamentos encontrou no método de Katherine Thomaz e Clair Zammit a abordagem ideal, graduou-se em Los Angeles, tornando-se uma coach de Transformação. www.conexaocoach.com.br

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!