Ujatoba_fonte2

Fontes de perfume

por Genia Winitzki

Você é do tipo que guarda o frasco de perfume vazio e morre de pena de se desfazer dele? É com você mesmo que estou falando! Em todo o mundo, a cada 7 segundos, os perfumes Angel e Alien, da Divisão de Perfumes de Thierry Mugler, são ‘refilados’. Isto é, a pessoa leva o frasco que acabou e enche, novamente, em uma fonte do perfume!

A ideia, que  junta sustentabilidade e profits, surgiu em 92, quando Angel foi lançado. Afinal, o frasco, em formato de estrela, é semi-artesanal, inesquecível. E Mugler resolveu lançar sua primeira Source (fonte) para ‘refilar’ o perfume, mostrando que a marca tem um compromisso duradouro com o meio-ambiente, questão que, à época, engatinhava.

Explicação rápida para a preocupação do estilista: vidro é um osso duro de roer! Segundo info da Unifesp (coletados em www.ecolegal.com.br), foram encontrados utensílios de vidro de cerca de 2000 anos A.C.. A explicação é que os microrganismos não conseguem comê-lo e um recipiente de vidro demoraria até 4 mil anos para se decompor por ação da erosão e de agentes químicos!

Joel Palix, presidente da divisão de fragrâncias do grupo Clarins (Mugler é do grupo), veio ao Brasil semana passada para lançar a fonte dupla — agora vocês podem guardar o frasco de Alien também para ‘refilar’ –, e foi franco e claro quando perguntei o que representava em termos de economia para a empresa a reutilização. Em inglês, facílimo de entender no mundo dos negócios, explicou que era uma “win-win situation”. O ‘refilar’ representa uma economia de um milhão de frascos por ano!

Para nós, consumidoras, além de dar um passo em direção ao bem-estar do mundinho em que vivemos, significa economia também: ao levar seu frasco à fonte, você paga de 30 a 40% a menos do que o valor de um perfume “na caixa”. O Brasil ainda engatinha: apenas 10% ‘refilam’ os perfumes, embora as fontes de Angel já estejam por aqui há cinco anos distribuídas em 74 pontos de venda. A fragrância vem direto da França e apenas o cilindro interno, de 500 ml – é trocado.

Joel diz que nós, jornalistas de beleza, somos as porta-vozes para estimular a consciência de todos. Dermapost se joga nisto com a maior empolgação. E, para quem ainda reluta, lembro que os frascos usados são meticulosamente higienizados antes de serem preenchidos novamente.

Compramos a ideia!

Para saber mais sobre beleza, siga nossa colunista, Genia Winitzki, no site dermapost.com.brFacebook e no Instagram.

 

Genia Winitzki, jornalista, pós-graduada em Marketing, é diretora de conteúdo do site Dermapost e editora-contribuinte da Revista Vogue e da Revista do Studio W. Foi editora especial da Revista Nova e colaborou com publicações como Women’s Health, GQ, Elle, Playboy, e Le Lis.

Genia Winitzki escreve às terças aqui no Universo Jatobá.

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!