*** Fresh Fruits *** Wide Desktop Background

Alimentos considerados saudáveis podem ser ricos em agrotóxicos

por Universo Jatoba

As pessoas estão cada vez mais em busca de uma alimentação saudável e, por isso, incluem no seu cardápio frutas, verduras e legumes. Entretanto, podem estar ingerindo uma grande quantidade de veneno, uma vez que a concentração de pesticidas e agrotóxicos em alguns alimentos é bastante elevada.

Por esse motivo, muitas famílias têm optado pelos alimentos orgânicos que, apesar de mais caros, estão livres desse problema.

A avaliação dos alimentos

Para saber a concentração de pesticidas no alimentos, a Anvisa possui o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), desde 2001. Nele são avaliados frutas, verduras e legumes de diferentes procedências, em diversas localidades do país.

A avaliação leva em consideração o tipo de química utilizada no alimento, assim como o seu grau de concentração. Em alguns casos, é possível notar que os índices estão bem acima do indicado, trazendo um risco para a saúde.

No último levantamento 80,3% das amostras foram consideradas satisfatórias, ou seja, possuem uma concentração de agrotóxicos dentro de um limite considerado adequado. Entretanto, 16,7% das amostras utilizam algum tipo de produto não autorizado para a cultura. Entenda um pouco de cada um dos alimentos.

Abacaxi

Foram analisadas 240 amostras e 129 não tiveram nenhum resíduo de agrotóxico. No total, foram detectados 12 agrotóxicos diferentes, sendo que em 26 das amostras estavam acima do recomendado.

Banana

Essa fruta é que consumida pelos brasileiros também entrou na lista e das 501 amostras, 401 não tinha resíduos. Porém, nas demais amostras foram identificados 23 agrotóxicos diferentes.

Laranja

Ela está bastante fora dos padrões e, das 744 amostras, apenas 141 não tinham agrotóxicos. Foram 64 agrotóxicos encontrados, sendo que 54 deles não são autorizados para esse fim.

Mamão

Das 722 amostras, 596 foram consideradas satisfatórias com registros de agrotóxicos dentro do limite padrão.

Morango

Outro caso preocupante é o morango. Das 157 amostras analisadas, 110 tem algum tipo de agrotóxico não autorizado para a cultura do morango.

Tomate

Foram analisadas 730 amostras, 496 foram consideradas satisfatórias e 200 amostras apresentaram agrotóxicos não autorizados para essa cultura.

Para saber mais detalhes sobre a análise desse e outros alimentos é possível acessar o relatório completo no site da Anvisa.

O problema pode estar embalado

Se as substâncias químicas estão sendo encontradas no alimentos in natura, com os prontos e embalados não é diferente. A acrilamida é uma substância tóxica para o ser humano e tem sido identificada como uma das que podem causar câncer nos seres humanos e a infertilidade.

Ela pode ser derivada de produtos que são submetidos a temperaturas superiores a 120°C por um período prolongado. Mesmo com a recomendação para rever o processo de produção de alimentos, algumas empresas ainda não adotam esses cuidados.

Por isso, encontrar altas concentrações de acrilamida em produtos – como biscoitos, batatas chips, torradas, pão francês e outros -, passou a ser comum. Se está preocupado com a sua saúde e não quer ter o risco de se contaminar com a acrilamida ou agrotóxicos é preciso tomar muito cuidado e manter uma alimentação saudável. Sabendo a procedência dos alimentos e o que está consumindo, será possível levar uma vida mais saudável.

Além disso, fique sempre atento a quaisquer sintomas de intoxicação, uma vez que a ingestão de produtos tóxicos em excesso podem até causar algum mal estar. Aos primeiros sinais, procure um médico.

Por Jeniffer Elaina, redatora do PlanodeSaude.net

Fique Atualizado!

Insira aqui o seu email para receber gratuitamente as atualizações do Universo Jatobá!

Quero receber!